Atendimento: [14] 2106-7070
Faça sua consulta ao Boa Vista SCPC
Para maior segurança, mantenha sua senha em sigilo, e em caso de mudança de operador solicite uma nova senha.

Trânsito: multa eletrônica começa na terça-feira


Cassiano Pereira Grejo, da Emdurb, com os smartphones e as impressoras que os agentes usarão

A partir da próxima terça-feira (6), a Emdurb começa a utilizar o talonário eletrônico para aplicação de multas de trânsito em Bauru. O dispositivo, um programa que funciona em aparelhos celulares, será operado por agentes do Grupo de Operações de Trânsito (GOT), que também contarão com impressoras térmicas portáteis para emitir uma via da notificação ao condutor infrator.

O software, desenvolvido pela própria Emdurb, já foi homologado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Na segunda-feira, todos os 34 agentes de trânsito passarão por treinamento, que deverá ser simples, já que os campos para preenchimento continuarão os mesmos de atualmente. “Fizemos um manual bem detalhado para os agentes. A operação é fácil”, observa o gerente de Sistemas de Informação da Emdurb, Cassiano Pereira Grejo.

Gerente de Infrações de Trânsito da Emdurb, Gustavo Cardoso explica que o talonário eletrônico deverá trazer maior transparência e segurança quanto aos dados colhidos para a emissão de multas, já que o software permite anexar fotografias para comprovar a infração. O sistema também contará com GPS, para indicar a localização exata do veículo, além de preenchimento automático de data e hora da infração e identificação imediata das características do automóvel a partir da placa.

“Tudo isso irá proporcionar maior consistência sobre os dados das infrações cometidas”, aponta Cardoso, detalhando que, entre as infrações mais frequentes em Bauru, estão parar irregularmente no estacionamento rotativo, manusear o celular, avançar o semáforo vermelho e não usar cinto de segurança.

Ao todo, a Emdurb adquiriu 34 smartphones e 34 impressoras – portanto, um kit para cada agente. Em um futuro breve, contudo, a intenção é ceder parte dos dispositivos para policiais militares de trânsito, que, ao menos por enquanto, continuarão emitindo autuações em talonários de papel.

FÉ PÚBLICA

Cardoso avalia que a nova tecnologia não deverá resultar em aumento do número de autuações, embora reconheça que a ferramenta irá respaldar a prerrogativa de fé pública do agente de trânsito no julgamento dos recursos impetrados por motoristas contra a Emdurb.

“Com a foto e dados que são preenchidos automaticamente pelo software, daremos maior segurança e transparência em relação ao trabalho realizado pelos agentes”, argumenta. Outra vantagem é que as autuações serão processadas com maior agilidade, inclusive com a disponibilização de cópia online para o motorista, no site da Emdurb.

ZONA AZUL DIGITAL

E, ainda neste ano, conforme o JC noticiou, outra novidade deverá ser implantada pela empresa pública: a Zona Azul digital. Conforme explica Grejo, inicialmente, a ideia é que os motoristas possam pagar o estacionamento em máquinas de cartões de débito e crédito junto aos orientadores de trânsito da Emdurb, em vez de comprar os tradicionais cartões.

Em um segundo momento, a intenção é disponibilizar um aplicativo de celular, que poderá ser baixado pelos usuários. “A pessoa, então, vai poder pagar o estacionamento por meio deste aplicativo, com cobrança automática no cartão bancário. Porém, ao menos por um período, o cartão de estacionamento convencional, de papel, continuará existindo”, adianta o gerente de Sistemas de Informação da Emdurb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé