Notícias

Segalla assume a presidência do Legislativo e anuncia mudanças

119Visualiazação

Desde ontem a Câmara Municipal de Bauru tem na presidência o vereador José Roberto Segalla (DEM). Ao tomar posse anunciou que vai ouvir especialistas de fora do Legislativo para assuntos complexos e técnicos.Disse também que manterá a independência do poder que preside, mas buscando um diálogo permanente com a prefeitura. Coronel Meira e Yasmim Nascimento também assumiram.

Segalla faz o discurso de posse observado por Mané Losila, Coronel Meira e Yasmim Nascimento

Novo presidente da Câmara, Segalla diz que fará administração coletiva

Além de Segalla (centro), integram a Mesa Diretora Yasmim Nascimento como segunda secretária e Coronel Meira como vice

José Roberto Segalla reforçou que buscará diálogo permanente com a prefeitura e reiterou compromisso de preservar a independência do Legislativo

No primeiro dia do ano, em sessão solene ocorrida no plenário, os vereadores José Roberto Segalla (DEM),Benedito Roberto Meira (PSB) e Yasmim Nascimento (PSC) tomaram posse como presidente,vice-presidente e segunda secretária da Câmara Municipal de Bauru, respectivamente. O vereador Roger Baru de (PPS), que assumirá como primeiro secretário, não pôde comparecer e deverá ser empossado no próximo dia 7.Em discurso na tribuna,o presidente eleito reforçou que vai buscar diálogo permanente com a prefeitura,assumindo o compromisso de preservar a independência do Legislativo em relação ao Executivo, mas também buscar a harmonia entre os poderes.“Para que tudo isto aconteça, comprometo-me a fazer uma administração coletiva, sempre ouvindo o conjunto dos vereadores,buscando um consenso.Não serão decisões unipessoais, unilaterais da presidência”, frisou.Sobre os planos para o próximo biênio, Segalla destacou que aproveitará o mês em recesso para tomar conhecimento mais profundo a respeito do que está em andamento. Pontuou como prioridade melhorar o diálogo com a população por meio da rádio e da TV Câmara. “O munícipe tem que saber como a Câmara funciona, tem de conhecer a sua cidade, os problemas que estão sendo discutidos aqui na Casa, para que ele também possa trazer a nós os seus posicionamentos”, completou.Além disso, o presidente garantiu que os próximos projetos de lei serão analisados com profundidade e responsabilidade e que,inclusive, especialistas da cidade serão consultados nos projetos mais técnicos. Segalla também declarou que haverá mudanças em relação aos horários das audiências públicas,para que não haja pagamento de horas extras aos funcionários.A sessão foi presidida pelo segundo vereador mais votado, Coronel Meira (PSB), pois o mais votado, Fábio Manfrinato (PP),já havia informado que não estaria na cidade. Manoel Losila (PDT) secretariou a cerimônia de posse.Estavam presentes na solenidade o presidente ea vice-presidente cessantes, Sandro Bussola (PDT)e Telma Gobbi (SD), além dos vereadores Francisco Carlos de Goes (MDB),Chiara Ranieri (DEM) e Milton Sardin (PTB).O prefeito Clodoaldo Gazzetta, o vice Toninho Gimenez e a chefe de Gabinete Majô Jandreice também participaram da solenidade. Os secretários Antônio Carlos Garms (Negócios Jurídicos), José Eduardo Fogolin (Saúde),Carlos Fernandes (Sebes), Alexandre Zwicker (Semel), Isabel Miziara (Educação) e Levi Momesso (Sagra) fizeram parte da mesa junto a outras autoridades.

Segalla quer nova relação entre o Legislativo e o chefe do Executivo

Presidente da Câmara Municipal no biênio de 2019e 2020, o vereador José Roberto Segalla (DEM) afirma que a relação com o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD)deve ser propositiva e com independência. Ele sugere algumas mudanças na forma de diálogo entre o chefe do Executivo e os parlamentares. Uma das medidas é antecipar a discussão de projetos que serão votados e evitar que essas reuniões aconteçam no intervalo das sessões. Além disso, Segalla pretende reduzir despesas com horas extras na Câmara, evitando audiências no período da noite e prolongamentos desnecessários de sessões ordinárias.Na relação com o governo,ele entende que algumas medidas podem ajudar a melhorar o diálogo entre os poderes. “Agente deve manter um diálogo permanente e conversar antes das coisas acontecerem. Uma situação que eu pretendo evitar são as reuniões no intervalo das sessões ordinárias, quando o prefeito e secretários vêm falar de projetos que vão ser votados pouco depois. A gente não consegue confrontar os dados, avaliar as informações que chegam. Eu entendo que essas reuniões devem acontecer em outro momento, com a presença do maior número de vereadores, mas não no momento da sessão”, reitera.Ele lembra que os projetos de maior porte da prefeitura ainda vão ser encaminhados. “Dos projetos que deram entrada antes do final do ano e vão para votação no começo do ano agora não há nada muito polêmico, então deve ser mais calmo. Os grandes projetos ainda serão encaminhados. Vou conversar com o prefeito para que agente saiba o que ele pretende mandar e em que período,até para a gente ter conhecimento do que vamos receber neste ano”, frisa. ADMINISTRAÇÃO Na administração da Câmara Municipal, o novo presidente destaca que vai receber poucas pendências. Ele e o presidente cessante, vereador Sandro Bussola (PDT), fizeram uma reunião na última semana e o entendimento é que o Legislativo está em ordem. “Na conversa que eu tive com Sandro, o que foi relatado é que a Câmara está com a gestão em ordem, não há grandes pendências. No momento, temos apenas duas para resolver: uma é a licitação para a contratação de empresa que vai fazer reparos necessários para a obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), pois ainda falta a assinatura de um profissional; e a troca do mobiliário do plenário. Um dos lotes precisará de nova licitação. O restante está tudo certo para este começo de trabalho. Na parte financeira, a Câmara está bem”, disse.Outro projeto que deve ser levado adiante pelo novo presidente é a reforma do estacionamento da Câmara, uma vez que já foi desenvolvido um projeto pela Secretariado Meio Ambiente (Semma)e depois será aberta uma licitação. Antes, Segalla quer apenas avaliar se a proposta ainda precisa de alterações.Por fim, a redução de hora sextras é considerada uma prioridade dentro da Câmara.Atualmente, são cerca de R$120 mil anuais. “Esse valor é possível de ser reduzido,mas para isso algumas a çõessão necessárias. A gente deve evitar audiências no período da noite ou prolongar demais uma sessão ordinária. São coisas que ajudam a diminuir as despesas com horas extra se com o custo da Câmara de maneira geral”, afirma.Além de Segalla (centro), integram a Mesa Diretora Yasmim Nascimento como segunda secretária e Coronel Meira como vice Samantha Ciuffatão sendo discutidos aqui na Casa, para que ele também possa trazer a nós os seus posicionamentos”, completou.Além disso, o presidente garantiu que os próximos projetos de lei serão analisados com profundidade e responsabilidade e que,inclusive, especialistas da cidade serão consultados nos projetos mais técnicos. Segalla também declarou que haverá mudanças em relação aos horários das audiências públicas,para que não haja pagamento de horas extras aos funcionários.A sessão foi presidida pelo segundo vereador mais votado, Coronel Meira (PSB), pois o mais votado, Fábio Manfrinato (PP),já havia informado que não estaria na cidade. Manoel Losila (PDT) secretariou a cerimônia de posse.Estavam presentes na solenidade o presidente e a vice-presidente cessantes, Sandro Bussola (PDT)e Telma Gobbi (SD), além dos vereadores Francisco Carlos de Goes (MDB),Chiara Ranieri (DEM) e Milton Sardin (PTB).O prefeito Clodoaldo Gazzetta, o vice Toninho Gimenez e a chefe de Gabinete Majô Jandreice também participaram da solenidade. Os secretários Antônio Carlos Garms(Negócios Jurídicos), José Eduardo Fogolin (Saúde),Carlos Fernandes (Sebes), Alexandre Zwicker(Semel), Isabel Miziara(Educação) e Levi Momesso (Sagra) fizeram parte da mesa junto a outras autoridades.Eleitor pode acessar vários serviços ofertados pelo portal do TSE Diferentes serviços e informações podem ser acessados no portal do Tribunal Superior Eleitoral(TSE). Na aba Eleitor e Eleições, localizada na barra superior da homepage, o internauta tem à sua disposição as seguintes seções para consulta:Certidões, Eleições, Estatísticas, Plebiscitos e referendos,Processo Eleitoral no Brasil e Serviços ao eleitor.Todos os serviços disponíveis na Internet pelo TSE são gratuitos, com possibilidade de impressão imediata das orientações, preenchimento de formulários e emissão de certidões eleitorais. Para emitir ou validar certidões pela Internet é necessário preencher todos os campos do formulário de emissão ou validação.A área Certidões dispõe de links de acesso à composição de partidos, permitindo,também, imprimir e validar certidões de crimes eleitorais e certidão negativa de alistamento e de quitação eleitoral.Há ainda a possibilidade de consultar certidões de filiação partidária.A seção Serviços ao eleitor da aba permite consultar aos seguintes links: Cartórios e zonas eleitorais, Disque-Eleitor, Eleitor no exterior, Justificativa eleitoral, Restituição de multas e informações sobre o título de eleitor.Já na seção Eleições, disponível na aba Eleitor e Eleições, o cidadão pode obter dados de contas eleitorais e prazos de desincompatibilização de postulantes a candidatos, bem como apurar informações sobre eleições gerais e municipais e eleições suplementares. Também é possível conhecer tudo sobre o funcionamento da urna eletrônica.O link Estatísticas permite acessar dados sobre as eleições já realizadas, bem como conhecer a evolução do eleitorado brasileiro. Essa seção conta também com relatórios das eleições e o repositório de dados eleitorais,uma compilação de informações “brutas” das eleições,desde 1945, voltada para pesquisadores, imprensa e pessoas interessadas em analisar os dados de candidatos,eleitorado, pesquisas eleitorais, prestação de contas eleitorais, prestação de contas partidárias e resultados das eleições.Em Plebiscitos e referendos, o cidadão obtém informações completas sobre todos os plebiscitos e referendos já realizados no Brasil. RECESSO O atual presidente do Legislativo aproveitarão período para ter conhecimento mais profundo do que está em andamento na Casa