Auxilio Emergencial
Notícias

Auxílio emergencial começa a ser pago no dia 6 de abril

151Visualiazação

Recebedores do Bolsa Família vão obter com cronograma diferente, a primeira parcela será paga de 16 de abril a 30 de abril

Brasília – A nova rodada do auxílio emergencial começará a ser paga na terça-feira (6), anunciou o governo na manhã desta quarta-feira (31). O calendário prevê depósitos em conta de forma escalonada até agosto, com liberações de saques se estendendo até setembro. 

Serão quatro parcelas de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375. A partir desta quinta-feira (1º), o beneficiário poderá verificar se foi aprovado no site da Dataprev.

O novo calendário de pagamentos foi publicado pelo governo em edição extra do “Diário Oficial da União” e vai seguir as datas de nascimento dos beneficiados, no caso do público geral. Já os recebedores do Bolsa Família vão obter os recursos de acordo com um cronograma à parte (para eles, a primeira parcela será paga de 16 de abril a 30 de abril).

Os primeiros do público geral a receber os recursos, em 6 de abril, serão os nascidos em janeiro. Os aniversariantes de fevereiro terão de aguardar o dia 9 de abril; os de março, 11 de abril; os de abril, 13 de abril; os de maio, 15 de abril; os de junho, 18 de abril; os de julho, 20 de abril; os de agosto, 22 de abril; os de setembro, 25 de abril; os de outubro, 27 de abril; ou de novembro, 29 de abril; e os de dezembro, 30 de abril.

O escalonamento será adotado também nos meses seguintes.

APP SUSPENSO

A atualização cadastral do Caixa Tem, aplicativo utilizado para movimentar os recursos do auxílio emergencial, ficará suspensa até maio. O anúncio foi feita nesta quarta-feira (31) pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

De acordo com o banco, o procedimento tem como objetivo garantir maior segurança de dados dos usuários e evitar fraudes. O beneficiário que não fizer a atualização, no entanto, não será penalizado com a suspensão do auxílio, caso tenha direito.

Nas últimas semanas, a Caixa divulgou um calendário escalonado para atualização do Caixa Tem, de acordo com o mês de aniversário. O último dia, para nascidos em dezembro, foi nesta quarta (31).

Jair Bolsonaro lamenta dívida

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta que o programa representa mais dívida para os cofres públicos e defendeu o retorno da população ao trabalho. “É mais um endividamento da União. Isso não é dinheiro que estava no cofre. Isso pesa para todos nós. É uma conta que fica para nós e talvez para gerações futuras também”, afirmou.

“Tínhamos e temos dois inimigos, o vírus e o desemprego. É uma realidade. Não é ficando em casa que vamos solucionar este problema”, afirmou.

Bolsonaro disse que o governo não pode continuar pagando auxílios porque custa para toda a população e pode desequilibrar nossa economia. “O apelo que a gente faz aqui é que esta política de lockdown seja revista. Isso cabe, na ponta da linha, aos governadores e aos prefeitos. Porque só assim podemos voltar à normalidade, afirmou.

Fonte: JCNet
por FolhaPress