Após 8 meses, atividade delegada volta
Notícias

Após 8 meses, atividade delegada volta

130Visualiazação

Nesta quinta-feira, prefeitura e PM assinaram convênio para retomar a contratação de policiais de folga em Bauru

O prefeito Clodoaldo Gazzetta e o tenente-coronel Ézio Carlos de Melo assinaram convênio

Sem atividade delegada há aproximadamente oito meses, Bauru voltará a contar com o serviço. O prefeito Clodoaldo Gazzetta e o tenente-coronel Ézio Carlos de Melo, comandante do 4.º BPM-I, assinaram, na tarde desta quinta-feira (7), o convênio para o retorno do programa, que prevê a contratação de policiais militares em folga para fiscalizações no município.

Conforme o Jornal da Cidade divulgou em junho, a atividade delegada parou de atuar em Bauru em março deste ano. Na ocasião, a Seplan alegou que o impasse para a renovação do contrato ocorreu por causa de alterações jurídicas no documento e da tramitação via Secretaria de Segurança Pública (SSP), em São Paulo.

Agora, enfim, o serviço será retomado. Poderão participar até 403 policiais militares de folga, que cumprirão uma jornada de seis horas diárias, tendo como limite 80 horas mensais. O custo mensal estimado considerando esse número será de R$ 50.102,82.

A documentação segue para a Secretaria de Segurança Pública para assinatura do secretário e do comandante geral da PM. O convênio terá inicio após a publicação no Diário Oficial do Município.

A vigência do convênio é de dois anos, podendo ser prorrogado por até cinco.

IMPORTÂNCIA

Pago com verba do Gabinete, o programa possibilita a contratação de policiais em folga, visando a fiscalização do uso e ocupação do solo e perturbação do sossego.

A atividade delegada vinha auxiliando o município em fiscalizações noturnas e aos finais de semana em bares, restaurantes, casas noturnas e grandes eventos e apoio de segurança na região central. A Praça Rui Barbosa e Terminal Rodoviário eram alguns locais que contavam com o serviço diário.