Atendimento: [14] 2106-7070
Faça sua consulta ao SCPC
Para maior segurança, mantenha sua senha em sigilo, e em caso de mudança de operador solicite uma nova senha.

Como evitar transtornos com clientes que possuem restrições

DICAS UTEIS – COMO EVITAR TRANSTORNOS COM CLIENTES QUE POSSUEM RESTRIÇÕES

SAIBA A MELHOR FORMA DE COMO PROCEDER NO CASO DE CLIENTES COM O NOME SUJO

Negar crédito é sempre uma situação chata. Pior ainda quando essa negação é para um bom cliente ou que já compra faz tempo na empresa.

Por vezes, o cliente simplesmente teve um problema com outra empresa por descuido ou esquecimento, mas mesmo assim é preciso tomar precauções, pois se ele estiver com a vida financeira bagunçada, pode gerar inadimplência no futuro.

Ás vezes quando o cliente é bom e você sabe que ele tem condições de arcar com a dívida que está assumindo, você pode sugerir que ele faça a compra no nome de algum outro familiar ou sócio dele que esteja com o nome limpo. Isso faz com que você não perca a venda e nem crie uma indisposição com o cliente.

Se estiver sem graça ou inseguro de dar a notícia para o cliente sobre o débito que surgiu na sua análise, você pode pedir um tempo para realizar uma verificação e depois entrar em contato por telefone explicando a situação da forma mais natural e educada possível. Por telefone é sempre menos constrangedor do que pessoalmente. Não se esqueça que esse informação pode ser transmitida somente ao próprio cliente, pois de forma alguma o mesmo pode ser constrangido ou passar por dano moral. Certifique-se de falar diretamente com ele. Se for pessoalmente, que seja em ambiente restrito e seguro.

Passe ao seu cliente o máximo de informações possíveis sobre a restrição e indique sempre que ele faça uma análise de crédito a fim de solucionar a questão. Para evitar maiores complicações, essas consultas podem ser feitas de forma online através de sites especializados e confiáveis, como o Brasil Consultas, por exemplo.

Outra boa alternativa é enviar um e-mail formal, sem se esquecer de se identificar e deixar bem claro do que se refere, bem como de qual empresa está falando. Os órgãos de proteção ao crédito não notificam seus devedores por e-mail de forma alguma, portanto esse comunicado de não aprovação de crédito pode gerar certa estranheza ao seu consumidor. Sendo assim, não se esqueça de ser bem sucinto tanto no assunto quanto no conteúdo. O e-mail deve ser enviado de forma pessoal, diretamente para o cliente, nunca em e-mail corporativo ou em que outras pessoas tenham acesso.

Caso não queira ser tão direto por receio de parecer invasivo ou indiscreto, também pode utilizar da justificativa que “o crédito não foi concedido devido ás políticas internas da empresa”. Isso evita maiores questionamentos e faz com que o próprio interessado vá atrás de saber o que pode estar ocorrendo em seu CNPJ ou CPF. Claro que esta alternativa é mais comum para empresas que estejam interessadas em realmente dispensar o cliente para evitar mal pagadores. Além do mais essa justifica não é ofensiva, já que ela abrange muito mais do que somente ter ou não o nome limpo: as políticas internas de concessão de crédito incluem renda e histórico de bom cliente.

Se a restrição do cliente é diretamente com você e sua empresa, não hesite em aproveitar a oportunidade para cobrá-lo, sempre com ética e discrição. Lembre-se que não vender quando estiver em dúvida ou para clientes mal pagadores é um dos principais princípios para evitar a inadimplência. A análise de crédito tem essa finalidade e deve ser levada em consideração para o bens estar financeiro de sua empresa.

Toda empresa precisa ter uma política de crédito que deve ser respeitada. O crédito é via de mão dupla, pois ao mesmo tempo que aumenta o número de vendas, atinge diferentes públicos, estimula o consumo, influencia na demanda e até cumpre função social no sentido de possibilitar á todos o acesso aos produtos e serviços oferecidos. Porém o objetivo final de toda empresa está no faturamento e a análise de crédito serve para que este lucro seja garantido.

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé